Tendências de decoração para 2021

Arquiteta aponta as apostas para o segmento no próximo ano
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
tendências decoração 2021
Imagem: divulgação

O isolamento social e o trabalho home office fez as pessoas repensarem os espaços que viviam. E neste período, ter um quintal, uma varanda e plantas estiveram entre os principais desejos para tornar a casa mais espaçosa e aconchegante. Não à toa, no Pinterest – plataforma de inspiração – as pesquisas envolvendo “área de estar no quintal”, aumentaram 34 vezes em comparação com o ano de 2019.

Para a arquiteta e designer de interiores Karolinna Venturi, que trabalha há mais de 15 anos no mercado, a pandemia impulsionará as tendências para o próximo ano. “Muitas mudanças significativas aconteceram nesse período, em que todos ficaram mais dentro de suas casas. É possível identificar movimentos e tendências, mas o importante é misturar, adaptar e fazer com que elas tenham sentido para cada projeto”, explica.

Confira as cinco apostas para 2021:
Espaços abertos

A separação dos cômodos já era algo que tinha ficado para trás em projetos residenciais, pois cada vez mais as pessoas buscam ambientes integrados e com múltiplos usos. Paredes que separam a sala de jantar e cozinha ou, ainda, varanda e sala de estar, não fazem mais muito sentido neste momento, em que as pessoas ficaram mais próximas.

Iluminação clean

Com o conceito de “menos é mais”, proporciona pontos específicos de iluminação, podendo ser utilizada em conjunto com luminárias de piso, marcenarias, abajures e, claro, a luz natural. Cores claras, neutras e iluminação natural compões muito bem os espaços, trazendo um ar minimalista, valorizando elementos estruturais do ambiente. “Outro ponto que deve ser muito usando é a valorização da luz natural e grandes janelas, pois trazem mais ventilação e luz para os espaços”, diz a especialista.

Acabamentos industriais

Originário dos antigos lofts americanos da década de 60, o estilo industrial ganhou muita força no mundo da decoração e rapidamente se adaptou ao gosto dos brasileiros que têm apartamentos pequenos. Em sua essência, um projeto industrial tem materiais de construção em sua forma mais original, como o tijolo aparente, concreto e tubulações à vista. O estilo consegue aliar uma estética bonita, praticidade e funcionalidade para a vida cotidiana, tudo o que as pessoas buscam atualmente.

Casa automatizada

Internet das coisas, assistente de voz e sustentabilidade são algumas das inovações que estão cada dia mais presentes no dia a dia das pessoas. A automação residencial pode ser definida como o uso da tecnologia como um facilitador de tarefas habituais, que anteriormente dependiam exclusivamente do morador. Entre as coisas que podem ser automatizadas, estão: irrigação de plantas, luzes e ar-condicionado, entre outros.

Home Office

Seja para o trabalho remoto ou para o home schooling, as casas precisam ser adaptadas com espaços destinados para realizar essas tarefas. Não é preciso apenas uma bancada com um computador. “Um bom escritório precisa ter preocupações com acústica, iluminação adequada e, o mais importante, precisa delimitar o momento de trabalho das horas livres”, finaliza Karolinna.

 

Artigos relacionados