Aprenda a fazer ginástica para o cérebro do bebê

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print
Ação e reação
Imagem: Canva

Durante os três primeiros anos de vida, o cérebro do bebê se desenvolverá até alcançar 90% do tamanho do cérebro de um adulto. O Dr. Shonkoff, do Centro de Desenvolvimento Infantil da Universidade de Harvard, estima que mais de um milhão de conexões neurais são formadas no cérebro do bebê a cada segundo.

De acordo com Sofía Martinez, psicóloga e líder de conteúdo para pais do Kinedu especializada em educação na primeira infância, as primeiras experiências, sejam elas positivas ou negativas, serão cruciais para o reforço ou corte dessas conexões, e são responsáveis por construir a base para circuitos mais fortes.

Como ajudar a construir a arquitetura cerebral do seu bebê e estimular conexões neurais fortes e positivas?

“As interações de ação e reação ajudam a criar o circuito cerebral do bebê. Como em um jogo de pingue-pongue, essas interações ocorrem com a troca de ações entre você e o seu filho. Seu filho “joga a bola” quando balbucia, faz uma expressão facial, som ou gesto que demonstra o interesse dele por alguma coisa, e você “rebate a bola” respondendo a ação dele de forma positiva”, explica a especialista.

O que é arquitetura cerebral?

Uma arquitetura cerebral saudável depende de uma base sólida construída a partir de estímulos apropriados dos sentidos da criança e de um relacionamento estável e sensível com os adultos atenciosos ao seu redor.

Os bebês chegam ao mundo dependendo de seus cuidadores, que os ajudam a compreender suas experiências. “Quando seu filho chora, balbucia ou aponta para alguma coisa e você responde adequadamente usando palavras, contato físico ou visual, você o faz se sentir ouvido e compreendido. Isso fortalece as conexões neurais no cérebro do seu pequeno, estimulando suas habilidades sociais e de comunicação”, ressalta Sofía.

Cada interação contribui para o desenvolvimento dos bebês, conforme os adultos/cuidadores observam quais são os interesses, habilidades e necessidades de seus filhos, continuarão incentivando a curiosidade e fortalecendo os laços afetivos entre si.

Desenvolvimento do cérebro de bebês em cinco passos

O Centro de Desenvolvimento Infantil da Universidade de Harvard criou, em parceria com o Kinedu, um vídeo que fala mais sobre as interações de ação e reação em cinco passos: Compartilhe o foco; Apoie e incentive; Nomeie; Reveze com o bebê; Pratique finais e começos.

Confira o vídeo disponível no Youtube:

Artigos relacionados

Assine nossa newsletter


Siga-nos

Publicidade

Mais lidos