Por que é tão difícil aceitar o próprio corpo?

Por Tatiana Tosi
Facebook
WhatsApp
Pinterest
Email
Print
Imagem: Canva
Imagem: Canva

Após ver um post da cantora Preta Gil usando biquini e ler todos comentários, percebi que a grande maioria das mulheres aplaude e incentiva a coragem de uma pessoa (que está fora do padrão de beleza imposto) se mostrar exatamente como é.  Infelizmente há um abismo entre um like e uma sensação real quando é o nosso corpo que está exposto ao olhar e ao julgamento – em geral de outras mulheres.

Na minha opinião é, no mínimo curioso, que em pleno século XXI, com toda a liberdade e diversidade que o mundo moderno nos proporciona e diante de tudo o que já conquistamos, que nós ainda tenhamos problemas com autoestima e dificuldade de lidar com estrias, rugas, flacidez, gorduras localizadas e outras cositas.

O Brasil é o quarto maior mercado mundial de beleza e autocuidado, é o segundo país que mais realiza cirurgias plásticas no mundo. Mulheres que se tornam escravas de um padrão de beleza inatingível e que se arriscam em procedimentos duvidosos e perigosos, em busca de uma mudança estética.

Por favor não me entenda mal! Não estou fazendo apologia à falta de vaidade e autocuidado. Muito pelo contrário, eu desejo que todas as mulheres consigam se olhar no espelho com mais acolhimento e amor próprio. Que ressignifiquem a sua relação com o corpo: menos cobrança e mais gentileza.

Ame-se, cuide-se e seja feliz!

 

Conecte-se comigo pelas redes sociais @escoladamaemoderna

Artigos relacionados

Assine nossa newsletter


Siga-nos

Publicidade

Mais lidos